1 / 18
Ford Landau 60 Anos

Ford Landau 60 Anos

R$ 105.000

IPVA pago
Publicado em 30/11 às 11:03
Publicado em 30/11 às 11:03-cód. 780418184
Descrição

Ford Landau 60 Anos Em 1970 surgiu o Galaxie Standard, ou somente Galaxie. Era uma versão de entrada do luxuoso sedã. Não possuía direção hidráulica, relógio e rádio. Também vinha sem a maioria dos frisos, sem as calotas grandes e pneus comuns sem faixa branca. No ano anterior, a Chrysler havia lançado o Dart e em 1971 a GM o Opala Gran Luxo, que tentavam concorrer com o Galaxie. Então a Ford começou a fabricar uma versão ainda mais luxuosa que o LTD, o LTD Landau. O modelo LTD surgiu em setembro de 1968, já como ano/modelo 1969. O Landau, apresentado na linha 71, oferecia também, além do teto de vinil, vigia traseiro menor, aplicações em Jacarandá no painel e nas portas, forrações finas no interior e um adorno em formato de "S" que caracterizava o modelo. Era de longe o carro nacional mais requintado. Em 1971 as luzes de marcha-à-ré deixavam de ser integradas às lanternas traseiras e passavam a ser localizadas no para-choque, onde foram mantidas até à linha 1980. Com esta alteração na linha 71, evidentemente as lanternas traseiras foram redesenhadas. A grade frontal também ganhou um novo design, com as lanternas/setas por trás. Além de novas calotas e maçanetas das portas. Em 1972 o Galaxie Standand deixa de ser produzido. Em 1973, ganhou novo capô, nova grade, teve a traseira redesenhada (e mais uma vez ganhou novas lanternas), novas calotas, frisos redesenhados e uma maior diversidade de cores. Em 1974 e 1975 não houve maiores mudanças. Para a linha 1976, o Galaxie passou por grandes mudanças estéticas. Os faróis passaram a ser dispostos horizontalmente, assim como as lanternas traseiras, estas divididas em 3 segmentos em cada lado, mantendo a característica dos piscas traseiros sempre funcionando nas luzes de freio. As lanternas dianteiras passaram a ser maiores, mais envolventes e em posição vertical, ganhando lâmpadas âmbar, e sempre mantendo suas lentes na cor branca e a dupla função de pisca e luz de estacionamento na mesma lâmpada em todos os anos do modelo. O Galaxie 500 tinha a grade dianteira diferenciada das outras versões, com filetes horizontais que iam de uma lanterna dianteira até a outra, passando em volta dos quatro faróis. Já o LTD e o Landau tinham a grade dianteira com filetes verticais, porém sem que estes filetes passassem em volta dos quatro faróis. O vidro traseiro permanecia, como sempre, em tamanho reduzido apenas na versão topo de linha Landau, que era vendido apenas na cor cinza prata, com teto de vinil da mesma cor. O interior passou a ter tecidos mais finos, como o veludo inglês e o Jacquard inglês no Landau, e também passou a ter carpete de altíssima qualidade. Além de todas essas mudanças ele ganhou um novo motor que já equipava o Ford Maverick, o 302 Windsor, que foi erroneamente apelidado de canadense por ter tido unidades exportadas para o Brasil pela Ford Motor Company via Canadá ou linha de produção de Windsor/Canada. O novo propulsor trouxe grandes mudanças ao carro: 5,0 litros (4.950 cm³), que geravam 199 hp, e sua velocidade final era de cerca de 165 km/h na versão manual e 155 km/h na versão automática. A grande maioria dos motores 302 da linha Galaxie foram produzidas na Planta 1 da Ford em Cleveland. Em Março de 1978, passa a ser produzida a então conhecida Série II do Galaxie, onde toda a linha recebia novo volante de 4 raios, dois cintos retráteis no banco dianteiro, pneus radiais, faróis de iodo, limpadores de pára-brisa de funcionamento intermitente, parabrisa laminado, além de novo padrão de estofamento desde sua estrutura até o tecido. Na parte mecânica a suspensão foi recalibrada com novos amortecedores, além de novas cores como o Cinza Executivo Metálico, exclusiva para o Landau. O ano de 1979 é o último em que o Galaxie 500 é fabricado, recebendo novos frisos e uma grade em plástico preto. O carro passou a ter ignição eletrônica, ar condicionado integrado no painel e ainda possuía um novo carburador com venturi variável que proporcionaria maior economia de combustível, porém a qualidade do combustível brasileiro com álcool tornou sua calibração quase que impossível. O modelo 1979 foi encerrado com a produção de aproximadamente 250[1] Landau na cor Bordeaux Scala Metálica como Edição Especial de 60 anos da Ford no Brasil. Estes automóveis utilizavam o carburador bijet DFV 444 para os motores Y-Block (272 e 292) e 302 álcool. O 302 gasolina usou entre 1976 até 1983 o Motorcraft de venturi fixo com exceção ao modelo 1979 mencionado acima. Série Comemorativa 60 Anos Ford Veículo de Coleção em Raríssimo estado de conservaçaõ sendo que conserva preservado seu interior Original sem restauro,Possui chaves Originais manual do Proprietário,Farróis cibie lanternas traseiras com Logo Ford,Pintura em perfeito estado,Pneus Pirelli Banda Branca,Rádio Original Philco Ford,Antena Elétrica Funcionando,Ar condicionado Gelando,Tratasse de um Carro único neste estado por tratar-se de uma Série limitada aonde foram Fabricados somente 300 veículos deste modelo nesta Linda cor Bordeaux Scala Metálico

Características
MarcaFORD
Tipo de veículoAntigo
Ano1980
Quilometragem116000
Potência do motor4.0 ou mais
CombustívelGasolina
CâmbioManual
DireçãoHidráulica
CorVermelho
Portas4 portas
Final de placa2
Opcionais
Ar condicionado
Direção hidráulica
Som
Localização
CEP
95185000
Município
Carlos Barbosa

R$ 105.000

Anunciante
Dicas de segurança
Dicas de segurança
Não faça pagamentos antes de verificar se o veículo existe.Ver todas as dicas.
Irregularidades no anúncio?Denunciar